Esse projeto é um convite para quebrar o tabu. Um canal de inspiração e de informação para quem vive o luto e para quem deseja ajudar

arquivo pessoal

Faço por minha irmã o que ela não pode mais fazer

Mayara nos procurou para contar a sua história: ela tem apenas 17 anos e perdeu sua única irmã, Amanda, que sofria bullying e teve uma embolia pulmonar após uma cirurgia bariátrica. Mayara tem encontrado nas redes companhia para o seu luto e transformado a dor em um propósito: "passei a ter um olhar mais carinhoso para as pessoas que precisam de nós duas, que sofrem por suas diferenças, que não se aceitam e que são invisíveis aos olhares comuns”